Ver e Ser Visto, Depois de Escurecer: Porque iluminar passadeiras de peões importa

István Laskai - Business Segment Manager Road - Schréder
István Laskai
Road Business Segment Manager

Praticamente sempre que saímos das nossas casas, interagimos com passadeiras de peões. Seja a pé, de bicicleta, de carro ou na paragem de autocarro, é uma viagem urbana que envolve atravessar pelo menos uma estrada. No entanto, esta ocorrência quotidiana também é arriscada: na UE, há 42 mortes nas estradas por 1 milhão de habitantes, e isso é no continente com as estradas mais seguras do mundo. Em comparação, a média mundial situa-se em mais de 180 mortes nas estradas por milhão de habitantes.

Estes números são particularmente graves considerando que os peões representaram 20% de todas as mortes nas estradas na UE em 2018. Esta proporção é superior à de outros utentes vulneráveis da estrada, nomeadamente 9% para os ciclistas, 3% para os ciclomotores e 15% para motociclos. As estradas são especialmente perigosas para as crianças e para os idosos: na UE, 50% das mortes de peões em 2018 foram idosos. 

Tudo isto pode pintar um quadro deprimente. Mas há esperança: os decisores políticos, os planeadores urbanos, os cidadãos e as empresas trabalham em conjunto para tornar as estradas mais seguras para todos. Se há áreas onde a iluminação certa pode fazer uma grande diferença, as passadeiras de peões são certamente uma delas.
 

Cristal claro, para todos

Uma iluminação eficaz para passadeiras de peões tem de fazer três coisas. Em primeiro lugar, assegurar que a travessia seja altamente visível e distinguível da área circundante. Em seguida, tem de dar aos condutores uma visibilidade clara da aproximação e utilização dos peões. E, finalmente, a iluminação deve minimizar o encandeamento para os condutores. Claro que a nossa iluminação também poupa energia, é fabricada de forma sustentável e parece esteticamente agradável. Mas primeiro vamos discutir o básico.

A Schréder tem um longo historial de desenvolvimento de óticas específicas dedicadas a passadeiras de peões para garantir a segurança tanto para os automobilistas como para os peões, contribuindo para uma partilha de uma forma mais segura do espaço público. Resume-se a fornecer uma solução de iluminação que tem uma elevada iluminação vertical no peão, para que seja claramente visível da posição do condutor, e iluminação horizontal na travessia pedonal para as pessoas que atravessam a estrada.

As passadeiras de peões são zonas especiais, onde se aplicam as diferentes prioridades e regras da estrada, e precisam de ser claramente marcadas como tal. A iluminação deve proporcionar um claro contraste entre a iluminação rodoviária regular e a travessia, com arestas claramente definidas. 
 

Novas travessias para uma capital antiga

A capital polaca de Varsóvia é uma joia da Europa Central, com a sua Cidade Velha na Lista de Património Mundial da UNESCO e vistas deslumbrantes sobre o rio Vistula. É a cidade perfeita para explorar a pé, o que obviamente requer atravessar muitas estradas.

Em 2016, o Conselho Municipal de Gestão de Estradas da cidade realizou uma Auditoria de Segurança Rodoviária em 12 distritos de Varsóvia, e decidiu atualizar cerca de 4.000 passadeiras de peões com luminárias Schréder equipadas com ótica específica para melhorar a segurança tanto para cidadãos como para turistas. A cidade optou por LEDs branco frio (5.700K) para substituir as lâmpadas de sódio desatualizadas e montou as luminárias em postes de seis metros de altura.

Guadalajara substituiu a iluminação nas passagens de peões críticas para aumentar a segurança e o conforto das pessoas que saem a pé

A nova iluminação está a ajudar as pessoas a descobrir a cidade à noite - tornando a exploração da fantástica vida noturna da cidade ainda mais atraente - e permitindo-lhes atravessar estradas de forma confortável, eficiente e segura. A substituição da iluminação foi tão bem-sucedida que Varsóvia foi um dos três finalistas do Prémio de Segurança Rodoviária Urbana da UE de 2022.
 

Tempos Diferentes, Regras Diferentes

O CEN, Comité Europeu para a Normalização, não estabeleceu regras rigorosas para a iluminação das passadeiras de peões; os critérios de iluminação e as regras para calcular como as iluminar variam em toda a Europa e além. Na minha longa experiência de iluminação de passadeiras de peões, a Itália e a Polónia têm regras de cálculo particularmente exigentes, enquanto a Bélgica, a Espanha e a França, por exemplo, têm regras de cálculo "mais simples", mas todas os países têm o mesmo objetivo: estradas mais seguras para todos os utilizadores. A Schréder, produziu um guia para ajudar em alguns dos problemas típicos que enfrentamos ao iluminar passadeiras de peões.

Outro desafio é que os riscos relacionados com a travessia da estrada não são os mesmos ao longo do dia. Há um pico pronunciado de manhã e de noite, em comparação com o número total de mortes nas estradas, à medida que as pessoas viajam de e para casa, trabalho e escola. Além disso, há um elemento sazonal, com até duas vezes mais peões a perderem a vida na estrada nos meses de inverno do que nos meses de março a junho

A UE está a trabalhar para melhorar este panorama e no âmbito da estratégia de mobilidade inteligente e sustentável lançou financiamento para melhorar a segurança nas estradas, com o objetivo de se aproximar o mais possível do "Vision Zero" (zero mortes na estrada) até 2050. Têm também como objetivo reduzir em 50% o número de vítimas mortais e feridos graves de acidentes rodoviários até 2030
 

Energia verde para um pulmão verde

A cidade espanhola de Guadalajara fica a 60km de Madrid e atrai visitantes de todo o mundo com os seus locais históricos e arquitetura renascentista. Com uma população de mais de 90.000 residentes que aumenta significativamente durante a época turística, é uma cidade que tem muita gente a passear à noite, especialmente nos meses quentes.

A cidade queria tornar as travessias pedonais mais visíveis em zonas movimentadas, em torno das escolas, e através do "pulmão verde", um caminho frequentemente utilizado por residentes e turistas para passear, andar de bicicleta, patins em linha e outros desportos. Decidiram fazê-lo melhorando a iluminação e melhorando a segurança; além disso, necessitavam de um baixo custo total de propriedade.

Guadalajara substituiu a iluminação nas passagens de peões críticas para aumentar a segurança e o conforto das pessoas que saem a pé

Para as travessias pedonais mais movimentadas da cidade, as luminárias foram substituídas por NEOS LED que fornecem uma luz branca brilhante com alta restituição cromática para que os condutores possam ver as pessoas claramente; também melhoraram a qualidade do ambiente noturno, permitindo à cidade maximizar a eficiência operacional e a poupança de energia.
 

Sobre o escritor
Os 25 anos de carreira de Istvan em iluminação abrangem as vendas, marketing, desenvolvimento de produtos e educação em iluminação. Com a sua paixão por compreender as necessidades dos clientes, István adquiriu uma profundidade e amplitude de experiência em iluminação viária e urbana por toda a Europa. Juntou-se à Schréder em 2016 e é responsável pelo desenvolvimento de produtos para iluminação viária com tecnologia de ponta para antecipar e enfrentar os desafios dos nossos clientes.

Siga István no LinkedIn